Diretrizes vão bem e médicos vão mal.

.

.

As diretrizes vão muito bem, obrigado.

Quem sofre são os médicos com as tabelas cada vez mais confusas!

.

Mesmo quando querem fazer um resumo, as diretrizes exigem uma leitura com amplo conhecimento prévio

.

Acima é só um exemplo

.

Parece que estamos escrevendo diretrizes para o Dr. Watson, o supercomputador médico da IBM.

.

Ecoestresse: Por que atingir a submáxima?

1a

.

Sempre procuramos atingir a frequência submáxima no ecoestresse na bicicleta horizontal.

.

A informação sólida veio das centenas de milhares de ergometrias realizadas e comparadas com a presença de coronariopatia significativa.

.

Mesmo o Ecoestresse físico já testou a hipótese:

The absence or presence of ischemia by stress echocardiography was able to further risk stratify patients with either submaximal or high exercise capacity studies. (Echocardiography 2014;31:340–346)

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/pdf/10.1111/echo.12372

.

Mas vemos claramente na cascata isquêmica acima que o alteração segmentar vem antes da alteração do ECG usada na ergometria.

.

Poderíamos utilizar uma frequência menor?

Na bicicleta horizontal podemos acompanhar facilmente todos os minutos do exercício.

Com o tempo e milhares de exames, vimos que raramente a alteração segmentar aparece apenas após atingir a submáxima.

.

O mais comum é já notar as alterações da geometria antes dos 85% da frequência máxima e acaba sendo muito útil pois, acompanhamos o segmento com mais atenção no pico do esforço.

.

 

Começa a fazer sentido

1a

.

Embora alguns estudos mostrem a confusão existente:

Em conclusão, a viabilidade das medições da função diastólica do VE é muito alta e a graduação da disfunção diastólica é possível na maioria dos pacientes em ambientes de atenção primária. Diferenças substanciais, no entanto, existem quando a concordância é testada entre 3 critérios documentados, resultando em baixa concordância na interpretação dos dados e, portanto, na estratificação do paciente e no manejo clínico.

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0002914915016148?via%3Dihub

.

Mas a facilidade para obter os dados não pode ser desprezada:

1a

.

Determinar a elevação das pressões diastólicas ventriculares ou sua aparente normalidade é obrigação do ecocardiograma.

.

 

O que vem por aí, DIC?

1a.jpg

.

http://departamentos.cardiol.br/dic/atas/ata-assembleia-dic-12042019.pdf

.

Alguns destaques :

.

Dr. José Luiz B Pena falou sobre a fundação do Conselho dos Ex-Presidentes
do DIC, como sendo uma excelente iniciativa em prol do DIC. Anunciou que o
início dos trabalhos para a escrita do livro do DIC, cujos Editores serão o
próprio Dr. José Luiz Barros Pena e o Dr. Marcelo Luiz Campos Vieira. Este
livro representará o DIC e será referência para a prova do DIC.

.

Dr. Carlos Eduardo Rochitte, presidente eleito do DIC, Gestão 2020-2021, falou
das reuniões que vêm sendo realizadas visando a nova gestão para o qual foi
eleito. Objetivo: Consolidar a Imagem CV no DIC. Tem a proposta de que os
vice-presidentes de cada grupo sejam eleitos por uma lista tríplice em cada
grupo. O presidente escolheria quem seria o VP dentro desta lista tríplice.

.

http://departamentos.cardiol.br/dic/atas/ata-assembleia-dic-12042019.pdf

Está na hora do contraste de microbolhas voltar?

40901050 Ecodopplercardiograma com contraste intracavitário 2A       32,00      160,00       192,00 17,560 0 0 0,3400 2
40901068 Ecodopplercardiograma com contraste para perfusão miocárdica 4A     120,00      600,00       720,00 37,000 0 0 0,3400 2

 

CBHPM Quarta edição

.

 

O exame mais caro da medicina pode custar 100 reais

.

O debate sobre microbolhas lembrou um debate maior:

Quando um exame é caro demais?

.

Sempre a resposta será relativa

.

Um exame que custa 100 reais mas dá a mesma resposta que um exame de 10 reais, pode ser considerado um dos mais caros da medicina!

.

Conheço um cardiologista que só pede RM com Dobuta na suspeita de coronariopatia

.

O exame é bom mas custa mais de 2500,00 reais para apontar a mesma doença que o Ecoestresse por 450,00 reais

O mesmo vale para a Cintilografia com drogas ou esforço

.

Um médico deve sempre buscar o resultado mais confiável com o menor custo humano e material, mesmo no serviço privado

.

Alguns nem fazem as contas, outros não estão atualizados e outros não se importam.

Mas estão todos equivocados

.

O Contraste voltou

.

Sumido do mercado real de ecocardiografia, o contraste não era assunto mais em muitos meios de comunicação do método

.

Hoje voltaram a visitar o HC com proposta de preço interessante e com o exame incluído na tabela CBHPM

.

Já utizamos o Sonovue umas 50 vezes.

Bem menos que o Definity, que usamos dez vezes mais até sair do mercado

.

Com reembolso, o uso fora do hospital universitário pode decolar

.

Penso sempre no contraste de microbolhas como um custo bem baixo ao se considerar que evita uma Ressonância ou Cintilografia!

.

A facilidade de utilização é uma grande vantagem

.

Vamos retomar


A Quinta Dimensão da RM, operador dependente da respiração

1a

.

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/mrm.26745

.

Na luta para realizar um exame rápido e confiável, a RM inventou a quinta dimensão.

Sim, o exame 5D.

.

São eles que afirmam:

A ressonância magnética cardíaca, particularmente a imagem de pequenos vasos, como as artérias coronárias, continua sendo uma tarefa desafiadora (1–3). Os principais desafios incluem: i) movimento do coração durante os ciclos cardíaco e respiratório, ii) a complexidade da anatomia cardiovascular e iii) limitações relacionadas à velocidade de imagem comparativamente lenta.

.

Mais:

Esses fatores levaram a um fluxo de trabalho clínico complexo e demorado para imagens cardíacas tradicionais, em que uma série de aquisições de imagens 2D são empregadas durante múltiplas respirações.

.

E finalmente:

Essas aquisições devem ser adaptadas e ajustadas individualmente, de uma maneira altamente dependente da experiência do operador e da capacidade  dos pacientes para prender a respiração.

.

Bem vinda ao mundo da imagem cardíaca que reconhece suas dificuldades!

.

Imagem cardíaca boa tem que aceitar o Zoom sem distorcer e tem que ter taxa de quadros mínima de 30 QPS.

.

https://www.birpublications.org/doi/10.1259/bjr.20150655

.

1a