Terason is Back ! Teste dos novos aparelhos 

.

A Terason voltou ao Brasil com novidades muito boas!

São cinco anos de garantia integral.

.

Dois modelos que respondem muito bem às propostas de uso na rotina ambulatorial ou hospitalar.

.

O primeiro é um tablet com imagem de qualidade surpreendente e tela ao toque muito boa .

O segundo lembra muito o líder problemático do mercado. 

Mas tem um teclado mais ágil e medidas automáticas das Carótidas 

Além do imprescindível software de Ecoestresse ( Quem não faz?)

.

Preços ao redor de 110 mil.

.

Acabou o amadorismo: Área da V. Aórtica

echo13589-fig-0001

.

http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/echo.13589/full

.

Conclusions

Three-dimensional imaging confirms the LVOT is elliptical in most patients, resulting in underestimation of LVOT area and hence AVA when assessed by 2DTTE. Although 3DTEE approximated its LVOT measurements to those of MDCT, it still failed to recognize larger areas. Incorporating the planimetric area of the LVOT measured by MDCT into a modified continuity equation yielded significantly larger AVA values, with 24% of the patients in our study being reclassified from severe to moderate AS. In patients with discrepant echocardiographic criteria for AS severity, multimodality imaging may be useful for a more accurate assessment.

.

Destacamos frequentemente no site que a área valvar aórtica estimada ao 2D é um método ruim e não deve prevalecer. 

Reparem no formato da VSVE, não é um círculo!!!

.

A surpresa foi encontrar falha menor mas significativa, também no 3D.

.

As imagens colocadas no artigo sugerem uma definição mais clara ao método tomográfico.

.

Um em quatro pacientes foram reclassificados para estenose moderada após a Tomo!

.

Acreditamos que isto pode ser consequência do velho hábito de analisar tudo em 2D, mesmo usando o 3D.

.

 

 

Refluxo em próteses


.
O achado de refluxo para protético é comum e a classificação da gravidade é um desafio.
Os métodos convencionais para classificar refluxos em válvulas nativas não foram adequadamente testados nas próteses
.
Vena Contracta, nosso preferido em válvulas, não serve para próteses.
.
PISA em refluxos para protéticos ainda é mais difícil!
.
A análise das repercussões e um exame anterior são mais confiáveis que o colorDoppler.
Os maiores erros de avaliação são resultados de um colorDoppler exagerado.
.
Destacamos o papel do eco de esforço nestes pacientes pois a pressão pulmonar no pico do esforço acima de 60 mmHg se relaciona fortemente ao prognóstico e sintomas .
.

Roberto Lang e o 3D Automático

gr11

.

http://www.onlinejase.com/article/S0894-7317(17)30396-6/fulltext

.

Results

Automated analysis failed in 31/300 patients (10%). Patients with poor image quality (n = 72, 24%) showed suboptimal agreement with the reference technique, especially for LVEF. Importantly, patients with adequate (n = 89, 30%) and good (n = 108, 36%) images showed small biases and excellent correlations without border corrections, which were further improved with editing. In contrast, border corrections by inexperienced readers did not improve the agreement with reference values.

.

A pergunta continua:

  • Por que corrigir uma imagem 3D com o uso dos cortes 2D?

.