ÍNTIMO DA CAMADA ÍNTIMA-MÉDIA.

Ao apresentar o tema livre de achados de placas nas carótidas de diabéticos assintomáticos fui questionado pela platéia sobre a medida do IMT ( íntima média.
Bom, o tema não era sobre IMT mas valeu a pergunta.
Para que serve o IMT? Serve como marcador de risco para eventos cardio-vasculares.
O estudo era em diabéticos, que já são de alto risco. Qual a validade de acrescentar que eles também tem, e têm de fato, IMT aumentado?
Alto risco deve ser tratado como alto risco, independente de quantos marcadores são encontrados.
Já a pesquisa de placas têm um racional. Informa que o paciente já “sabe” fazer ateroma. Lembrem do estudo HPS, diabéticos que já sabem fazer ateroma evoluem 4x pior !
Abraço

Deixe uma resposta