Congresso Brasileiro de Cardiologia

Caros amigos e leitores,

aguardo vocês no Congresso Brasileiro de Cardiologia em São Paulo.

Participarei da aula acima com meu amigo da UNICAMP, Dr. Juliano e mostrarei o tema-livre abaixo que pertence a minha tese de Doutorado.

Sejam bem vindos!!!

REDUÇÃO EFETIVA DO RISCO CARDIOVASCULAR: Efeito redutor da cirurgia bariátrica na espessura da í­ntima-média da carótida

ID:
8583
Categoria:
Epidemiologia e Prevenção Cardiovascular

Participantes:
JOSÉ ROBERTO MATOS SOUZA, BRUNO GELONEZE, MARCOS ANTONIO TAMBASCIA e OTAVIO RIZZI COELHO.

Data Apresentação:
10/09/2007

Auditório: 16 TLO 572 Tipo de apresentação: Oral
Horário Apresentação:
09:45 às 09:55

Qualidade da Imagem. Parte II

Como fazer então para obter uma imagem de alta definição?

No Eco a frequência do transdutor é fundamental para a definição.
Quanto maior a frequência, maior numero de ondas – veja na figura acima – retornarão com informações sobre o objeto, definição é alta frequência!
No US intracoronário, usa-se 30 MHz, capaz de definir paredes arteriais.
O ecocardio começou com 2 MHz e agora usa a segunda harmônica para ter uma imagem de 4 MHz.
Os mais modernos captam também a terceira e quarta harmônicas para corrigir borramento e melhorar ainda mais a imagem.
Essa descoberta e uso das harmônicas pode levar a ecocardiografia a níveis de definição da imagem que outros métodos nem sonham!

Novos rumos

Muito interessante!
Marca-se as microbolhas com moléculas de adesão relacionadas a inflamação.
Provoca-se a isquemia com reperfusão.
As microbolhas com moléculas de adesão “grudam” na área onde a isquemia foi provocada.
Mesmo após a normalização do fluxo, as microbolhas localizam a área de injúria.

Já imaginaram esse uso na Angina Instável!?!?!?!?
Já, citarei um estudo em humano em breve.

ECO na sala de emergência.

Comprei o livro acima na amazon.com
Muito bom, recomendo.

Agora que todos podem comprar um aparelho portátil de Eco, acho melhor procurarmos serviço no pronto socorro e UTI.
E têm muito o que fazer na emergência.
Um aparelho portátil de verdade nas mãos de um ecocardiografista pode salvar muitas vidas, razão de existir do exame.

Surpresa da Medison, portátil bom!!!!

A guerra dos portáteis ganhou mais um ítem precioso.
A Medison, que tradicionalmente está ligada a radiologia, lançou um portátil para cardiologia que parece bom.
Ainda não testei mas fico feliz com mais uma escolha além da GE, Esaote e Siemens.
E a assistência técnica não deve ser pior que a da GE…

Qualidade da imagem. Parte I

Exames de imagens competem pelo melhor diagnóstico.
Como regra geral, quanto melhor a imagem, melhor o exame.
Mas como uma imagem pode ser melhor?

PIXELS.

Repare no quadro acima de George Serault, pintor do início do século passado. Veja como a figura é feita de pequenos pontos. Esses “pontos por polegada” representam para imagens a definição. Quanto mais pontos por polegada, maior a definição.
Funciona como as câmaras fotográficas, 1 megapixel tem resolução bem inferior a 4 megapixel.
Ná prática a diferença aparece quando você amplia a imagem( zoom).
Você reparou que alguns exames de imagem vem com figuras pequenas? Deve-se mais a baixa definição da imagem do que à economia de papel…

Continua…

Livro e site de contraste

Livro disponível na amazon.com para adeptos do contraste.
Visite também o site da ASE para contraste

Boas notícias para a ecocardiografia com contraste!
E ainda têm o boato que o W .”Bush” da ecocardiografia de SP está para ser deposto!!!