Visão dos papas da ecocardiografia na estenose aórtica


1a

.

http://www.escardio.org/vgn-ext-templating/v/index.jsp?vgnextoid=36bef0d55b7fe410VgnVCM1000004e03a8c0RCRD&vgnextfmt=default#.VeQ1KvlViko

.

There are 2 sub-types of low-flow, low-gradient AS: classical low-flow, low-gradient AS with depressed LV ejection fraction (<50%) and paradoxical low-flow, low-gradient AS with preserved LVEF. In the former sub-type, a low-dose dobutamine stress echocardiography is useful to differentiate true from pseudo-severe stenosis. In the latter sub-type, confirmation of stenosis severity may be achieved by assessing aortic valve calcification by echocardiography or CT.

.

Difícil entender como um ventrículo bom pode gerar débito baixo em uma estenose acentuada.

Vai contra a fisiologia da ejeção e do recrutamento das fibras miocárdicas.

Como pode um indivíduo em vida domiciliar viver em baixo débito crônico?

Todos os mecanismos são para manter o débito cerebral!

.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s