Contraste: Menos é mais


1a

http://asecho.org/wordpress/wp-content/uploads/2014/07/2014_Contrast-Sonography.pdf

.

O blog argumenta há anos que o uso do contraste se perdeu na ambição da perfusão vista por software.

A cintilografia avalia perfusão de maneira subjetiva há mais de 30 anos e vai muito bem, obrigado.

.

Não se começa como piloto na F1, diretamente, normalmente vamos de Kart e progressivamente até o topo.

.

Nenhuma empresa se propôs a ensinar o uso básico do contraste, em aparelhos básicos e com ecocardiografistas de várias formações.

.

Leiam a diretriz acima e vejam quantas aplicações existem independentes do software de contraste no miocárdio!

.

Agora que os convênios estão ressarcindo o uso, que tal começar do começo?

.

Primeiro usem para melhorar a imagem de janelas inadequadas.

Depois usem para identificar massas.

Sigam usando para janelas de Ecoestresse.

Usem para avaliação subjetiva da perfusão em pronto atendimentos

.

Pronto. 

Quem tem hábito de realizar o estudo com Strain sabe que análise por software ainda é uma ilusão.

Nossa rotina é diferente da Europa (Funcionários médicos que ganham fixo) e dos EUA (Médicos não realizam os exames ou o fazem por centenas de dólares) …

.

1a

.

http://asecho.org/contrast-zone/getting-started/

.

É tão fácil de usar que nem precisa de muito ensino…

.

Experimente, teste, descubra.

Esqueça as aulas de congresso com palestras elitistas!

Coloque sua máquina para trabalhar e aprenda usando.

.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s