As mão podem substituir os pés no Ecoestresse

Image of seated arm ergometer stress testing with oxygen consumption

O consumo máximo de oxigênio no ergômetro de braço é aproximadamente 65% do consumo máximo de oxigênio na esteira e 70% do consumo máximo de oxigênio no ciclo das pernas, devido à pequena massa muscular em exercício. No entanto, a frequência cardíaca máxima atinge 90 a 95% do previsto, com o pico da pressão arterial sistólica atingindo 80 a 85% do que é normalmente alcançado na esteira. Assim, o produto duplo geralmente é alto o suficiente para provocar mudanças isquêmicas.

https://www.mayoclinic.org/medical-professionals/cardiovascular-diseases/news/arm-ergometer-provides-alternative-to-conventional-stress-testing/mac-20429419

Evidências claras da ergometria colocam o exercício de mãos e braços como muito útil em indivíduos com limitações em membros inferiores.

Bem na linha EchoTalk de simplificar e oferecer exames resolutivos, rápidos e de baixo risco ou incômodo ao paciente.

Mas há quem prefira RM com Dobutamina ou Dipiridamol/Adenosina com MIBI ou Dobutamina e ecocardiografia.

Deixe uma resposta