Espessamento, placa e estenose são diferentes.

Figure.

Os fenótipos de ultrassom das artérias carótidas, portanto, diferem em sua relação com fatores de risco coronariano e fatores genéticos e em resposta à terapia. Estenose, IMT e carga de placa são biologicamente distintos.

.

https://www.ahajournals.org/doi/10.1161/ATVBAHA.115.306209

.

Querendo saber seu peso, você recorre a uma balança e obtem um valor bem próximo do real.

Querendo saber sua espessura de Carótida, também pode obter um valor confiável ao US.

.

Quando o assunto é placa e estenose, muitos resultados podem aparecer.

São informações biologicamente distintas.

E a influência dos fatores de risco pode variar.

É curioso ver a decepção dos pesquisadores com a fraca correlação de fatores de risco e alguns achados das Carótidas.

Lembram as discussões de casos de infarto em pacientes sem fatores de risco, a maioria duvida da ausência!!!!

Eles existem, mas não são tratados com Estatina.

Deixe uma resposta