7 dias para aprender Ecocardiograma?

Alguns leitores pedem curso intensivo de Ecocardiograma, como o abaixo, oferecido para Julho por outro serviço, que aborda os temas todos em 7 dias.
Temas Abordados:
– Ecocardiograma normal
– Função ventricular
– Miocardiopatias
– Doença coronária
– Valvopatias
– Cardiopatias congênitas
– Conceitos de ecocardiografia transesofágica
– Aulas práticas: realização de exames com diferentes graus de dificuldade.

Ou eu estou louco, ou é impossível ensinar ecocardiografia em 7 dias!
A Sociedade Brasileira de Cardiologia estabelece o nível I, estágio inicial para quem quer fazer ecocardiograma, em 150 exames.
Esta escrito e é simples assim:
A SBC só considera válido cursos em que o aluno REALIZA no mínimo 150 exames.
Está na diretrizes, lá na www.cardiol.br
Mas a multidão da foto acima, faz fila para se inscrever em cursos intensivos.
Nós não.
Não vendemos ilusão, ensinamos um método.

Teste MyLab30 Esaote


Notas de 1 a 5 (ruim,regular,bom,muito bom, ótimo)
Local: ECHOTALK – Setor de Ecocardiografia.

Preço:5
Teclado:4
Rapidez:4
Bidimensional:4
Colordoppler:3
Doppler contínuo:3
Tela:3

Média: 3,7
COMENTÁRIOS: Um aparelho muito bom, bom preço. Imagem muito boa para um aparelho móvel. Vale salientar o uso variado e expansível. Assistência técnica reconhecida como boa.

Uma avaliação estatística para cada verdade.

O estudo abaixo supostamente mostrou vantagem do score de cálcio sobre a íntima média, para eventos cardio-vasculares.
Veja na tradução, que fizeram uma análise inédita e única das medidas da IMT especialmente para esse artigo.

Coronary Artery Calcification Compared With
Carotid Intima-Media Thickness in the Prediction
of Cardiovascular Disease Incidence
The Multi-Ethnic Study of Atherosclerosis (MESA
Arch Intern Med. 2008;168(12):1333-1339

metodos:
In addition, for this article, we created a composite
z score for overall maximal IMT by summing the values of the
2 carotid IMT sites (if both were measured) after standardization
(subtraction of the mean and division by the SD of each
measure) and then dividing by the SD of the sum. If only 1 of
the 2 measures was available, it was used. The resulting variable,
hereafter referred to as z score maximum IMT, has amean
of 0 and an SD of 1.
(Além disso, para este artigo, nós criamos um compósito
z pontuação máxima global de IMT pela soma dos valores dos
2 carótida IMT locais (se ambos foram medidos) após a padronização
(subtração da média e de divisão pela DP de cada
medida) e, em seguida, dividindo com o SD da soma. Se apenas 1 de
2 a medidas estava disponível, era utilizada. A variável resultante,
a seguir designado z pontuação máxima IMT, tem amean
de 0 e um SD de 1.)

Hahaha.
Para fechar o “circo”, coloco a figura de outro artigo que mostrou que score de calcio ZERO, isso mesmo, ZERO.
Foi igual a 16% de doença isquêmica significativa!!!!
A Combined Positron Emission Tomography/Computed Tomography Study
Circulation. 2008;117:1693-1700