ENVISOR E A PHILLIPS


.
O leitor Luiz faz as perguntas abaixo em comentários.
“É verdade que o Envisor está proibido pela ANVISA? Qual a diferença entre o C, o C HD e o Envisor HD ? Porque esta preferência pelo VIVID 3?. O que acham do VIVID 7 e sabem o custo desdes equipamentos em São Paulo. Grato Luiz Agnaldo.”
Respondendo:
– Não soube de proibição nem achei referência na internet. É um aparelho usado no mundo inteiro.
– Não sei enumerar as diferenças entre os Envisor, testei apenas o C e postei no blog.Tenho tido pouca sorte em meus contatos com a Phillips, raramente encontro interesse pelo blog ou pelo serviço de ecocardiografia da UNICAMP. Sei que eles têm um centro de referência em SP e parece que é o suficiente. Mesmo no congresso Europeu, fui muito bem atendido na Esaote, Siemens, GE e não consegui conversar com ninguém na Phillips!
– Tenho uma preferência clara e declarada pelo software de ecostess do Vivid 3, superior a todos os que eu testei ( Mylab30, Envisor e Xario) mas conheço felizes proprietários de Envisor.
– O Vivid 7 custa entre 150-180 mil para nós do estado. Só testei em congressos, posso dizer superficialmente que é bom, parece no mínimo igual ao I33.

Obrigado por perguntar!

Euro 2008 – Final e começo


CONCLUSÕES RETIRADAS DO EURO 2008
1- Eco 3D serve para muitos propósitos, agiliza o exame e veio para ficar.
2- Strain e Strain rate servem mais para propósitos distantes e ainda não fundamentados, mas quem sabe?
3- O mundo é dos portáteis, todas as empresas vão vender.
4- Congressos grandes são iguais no mundo inteiro, as grandes coorporações definem o que vai ser discutido!
.
Obrigado