Echotalk elege melhor tema livre do Congresso SBC


Fatores Predisponentes de Disfunção Segmentar do Ventrículo Esquerdo à Ecocardiografia Em Uma Síndrome Coronariana Aguda sem Supradesnível de ST

ROSAURA DE CARVALHO VICTER, LEONARDO CAMPOS PATRÍCIO, ROSEMERY NUNES CARDOSO ABDALAH, VITOR MANUEL PEREIRA AZEVEDO, JOSE GERALDO DE CASTRO AMINO, HERALDO JOSE VICTER, CLAUDIO VIEIRA CATHARINA, MARCELLO AUGUSTUS DE SENA, ANGELO LEONE TEDESCHI e CARLA MARTINS DE ALMEIDA.

PROCORDIS, NITEROI, RJ, BRASIL.

Fundamento:A disfunção segmentar do ventrículo esquerdo (disf-seg VE), em pacientes com Síndromes Coronarianas Agudas sem Supradesnível de ST (SCA s/supra ST) relaciona-se ao grau da lesão da artéria relacionada à isquemia miocárdica (Art-Isq), sendo importante identificar fatores predisponentes.
Objetivo: Avaliar a relação entre a disf-seg VE pelo ECO com parâmetros colhidos na internação de pacientes com SCAs/supra ST.
Pacientes e Métodos: Estudo prospectivo, de uma coorte de 437 pacientes com SCA s/supra ST, admitidos consecutivamente, em sala de emergência. Relacionou-se dados colhidos na admissão hospitalar, baseados em protocolo prévio, com a presença ou não de disf-seg VE da parede relacionada à Art-Isq, obtida pelo ECO transtorácico nas primeiras 24 horas de internação, através das análises univariada (testes exato de Fischer e t de Student) e multivariada (regressão linear), com significância de p <0,05
Resultados: 234 (53,6%) masculinos, idade média de 64,4 anos. A análise univariada mostrou relação entre presença de Disf-seg VE com sexo masculino (p=0,0002), DAC prévia (p=0,02), e uma possível relação com tempo dor-atendimento >20 min (p=0,05). Houve também relação direta com o diagnóstico de IAM s/supra ST, com onda T negativa, Infra de ST ou Supra ST transitórios (p=0,0001), onda T negativa+ infra ST (p=0,004) ao ECG, com Troponina I positiva (p=0,0001), níveis maiores de PCR-t (p=0,003) e Escore TIMI risk (p=0,001), além de uma possível relação com instabilidade hemodinâmica (p=0,06). A análise multivariada mostrou que, apenas sexo masculino(OR=1,12), IAM s/supra ST (OR=1,34), onda T negativa (OR=1,18) e Supra ST (OR=1,23) relacionavam-se com a presença de disf-seg VE.
Conclusões: A relação entre disfunção segmentar do VE e parâmetros de gravidade da doença, e a possibilidade de se identificar fatores que a levam, mostra a importância do ECO no início de uma SCA s/supra de ST.

Ampliações na ECHOTALK escola


.
Como crescer mantendo a qualidade?
Estamos tentando.
A partir de Novembro a ECHOTALK Escola ativará estrutura anexa à original, com mais 240 m2.
Buscamos mais espaço para oferecer mais vagas.
Também realizaremos em breve o sonho de oferecer estágio anual, para alunos com tempo, mas sem recursos para um curso intensivo!
Crescer com qualidade, em sede própria e professores associados, essa é a nossa receita.

Clínica procura Ecocardiografista.


.
Você acredita que em Campinas e região existem menos ecocardiografistas que vagas?
Com um ganho mínimo de 250,00 reais líquido por manhã, podendo chegar a 600,00, é um bom emprego médico.
Quando trabalhei no Delboni Auriemo em São Paulo, já havia essa falta de ecocardiografistas.
Cardiologistas clínicos sobram no mercado de trabalho, já ecocardiografistas…
Não é estranho?