Tamponamentos e drenagens sem reflexão.

.
Incrível, a página de exemplos de tamponamento de Stanford não têm nenhum exemplo de tamponamento, na minha opinião (LINK).
.
Semana passada comentávamos no curso Retake como as drenagens de pericárdio guiadas por laudos de ecocardiografia são algumas vezes equivocadas, sem o quadro clínico contundente de tamponamento.
.
No exemplo dos vídeos acima, vemos que mesmo centros de destaque se confundem.
.
Os colegas do Cardiopapers tentaram ajudar, mas a confusão persiste. 
.
Um achado tem probabilidade de evento clínico tamponamento, que vai de 40 a 80%, mas não certeza de hipotensão grave e taquicardia.
.
Nós ficamos com o colabamento do ventrículo direito na diástole como preditor de evento clínico em 80% dos casos.
Só que os 20% que não tamponam de jeito algum são os com hipertensão pulmonar moderada a acentuada e elevadas pressões diastólicas do ventrículo direito. Não têm derrame que “empurre” a parede do VD se ele estiver com pressões diastólicas acima de 20 mmhg.
.

Deixe uma resposta