O direito de falar o que quiser, mesmo que seja incorreto ou mal intencionado.

O representante da indústria pode entrar em seu ambiente de trabalho e passar informações que o induzam, como médico, a receitar determinado medicamento?

Nos EUA podem, veja aqui no link. A suprema corte entende que não é possível separar os direitos de manifestação em adequados ou inadequados, mesmo em relação aos gastos e prejuízo a saúde. Assim, garantem que o médico seja informado por uma fonte não confiável e tenha a capacidade de descartá-la! Muito interessante!!!

Deixe uma resposta