Strain de repouso como ferramenta de diagnóstico de coronariopatia grave


Longitudinal 2D strain at rest predicts the presence of left main and three vessel coronary artery disease in patients without regional wall motion abnormality

.

http://ehjcimaging.oxfordjournals.org/content/10/5/695.abstract?ijkey=6e3edb70cd17c097fe8ee50a6c5a6528590ea1f2&keytype2=tf_ipsecsha

.

1ac

.

Conclusion PSLS at rest was significantly lower in patients with left main or three-vessel CAD without RWMA, and might be useful for identifying patients with a severe CAD.

.

O STRAIN   ainda dá os primeiros passos na detecção ao repouso da coronariopatia grave.

.

O estudo acima foi muito feliz na resposta que todos querem obter em um pronto socorro:

Estou liberando um coronariopata grave?

.

A TOMO 64 fez a festa respondendo essa pergunta em 10 minutos e virou o exame mais pedido em vários serviços de cardiologia de urgência.

.

O ecocardiograma será capaz de responder essa pergunta, com o STRAIN.

.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s