TEE: Mais para usar menos?


1a

http://www.echorespract.com/content/2/4/G29.full

.

A minimum dataset for a standard transoesophageal echocardiogram: a guideline protocol from the British Society of Echocardiography

.

A systematic approach to transoesophageal echocardiography (TOE) is essential to ensure that no pathology is missed during a study.

.

Sociedade britânica estabelece um protocolo para TEE com o intuito interessante de aproveitar o exame ao máximo.

.

O blog defende um uso mais focado do transesofágico. 

Dúvidas funcionais são mais confiáveis ao transtorácico, apoiadas em pesquisas extensas.

.

O TEE deve se ater ao seu melhor: Alta resolução e proximidade da alteração em estudo.

.

Usá-lo para analisar o VE ???(http://www.echorespract.com/content/2/4/G29/T1.expansion.html)

.

Ou insistir no transgástrico?

http://www.echorespract.com/content/2/4/G29/T9.expansion.html

.

Sugerimos um exame de 3 minutos de incômodo ao paciente.

5 minutos nos casos complexos.

O resto é tarefa do transtorácico.

.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s