Aterosclerose de antigamente parece muito com a de hoje.

1a

.

http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2211816014025320

.

É curioso como conceitos novos colocam em dúvida os conceitos mais antigos apenas para provar que a doença aterosclerótica é uma doença inflamatória.

.

Frequento discussões semanais que colocam a placa coronária como o alvo do tratamento clínico e intervencionista.

.

Desde 1990, Ross provou que a doença inflamatória é mais importante que o achado de placa.

.

Então agora querem encontrar a placa inflamada, juntando um conceito velho com um novo.

.

E lá vamos nós de novo, virar o paciente de cabeça para baixo para encontrar as placas inflamadas.

.

E torcendo as estatísticas até escorrer uma indicação de intervenção.

.

 

Deixe uma resposta