Duas sugestões para laudar a Estenose Aórtica como Grave

Image

.

Quando estamos prestes a laudar um exame como Estenose Aórtica grave,

devemos parar e pensar:

  • Está correto o meu diagnóstico?

Muita atenção é dada à VSVE e ao cálculo da área.

Também o gradiente aórtico máximo e médio são importantes.

.

Pense em duas SUGESTÕES do EchoTalk:

Procure o envelope do refluxo Mitral mais perfeito que conseguir e meça o gradiente máximo.

Faça a medida da pressão arterial com manguito.

Na verdadeira Estenose Grave, o gradiente máximo do refluxo Mitral deve ser bem elevado.

Caso você tenha encontrado um gradiente máximo aórtico de 80 mmHg, e a pressão sistólica no braço de 120 mmHg, podemos supor aproximadamente uma pressão sistólica no VE de 200 mmHg. Simplificando bem a hemodinâmica(Física) envolvida.

Então, o refluxo Mitral máximo deve refletir a diferença entre o VE e o AE , certo?

Deveria ser algo acima de 180 mmHg, não?

Já vimos laudos de estenose grave com gradiente máximo de 80 mmHg com refluxo Mitral máximo de 120 mmhg , com a pressão arterial do braço normal (120 mmHg)

Como é possível?

Reestudando o caso vimos que havia um gradiente de via de saída que estava influenciando a medida do gradiente máximo aórtico e, na verdade, a estenose aórtica era moderada.

A seguir …

Deixe uma resposta