Doppler Tecidual e hipertrofia.

Como muito bem mostrou o  pessoal do Instituto Nacional de Cardiologia Laranjeira, do RJ, o doppler tecidual do anel mitral é  uma ferramenta muito útil e fácil de usar na diferenciação etiológica das hipertrofias ventriculares esquerdas (http://departamentos.cardiol.br/sbc-depeco/publicacoes/revista/2012/portugues/Revista02/05-valor.pdf)
E tem gente que AINDA não faz DTI de rotina…

Deixe uma resposta