Hipertrofia de papilares . Direto de Portugal

1a
.
http://www.elsevier.pt/en/revistas/revista-portuguesa-cardiologia-334/artigo/isolated-papillary-muscle-hypertrophy-a-gap-in-our-90335730
.
O aumento da espessura das paredes do ventrículo esquerdo é a característica predominante e um dos critérios de diagnóstico da miocardiopatia hipertrófica (MH). Este caso relata um achado incomum, mas importante, de hipertrofia isolada dos músculos papilares (MP), observada numa mulher jovem a quem foi inicialmente detetado um eletrocardiograma anormal. Durante a investigação realizada foi identificada uma hipertrofia isolada dos MP. As características estruturais dos MP têm recebido pouca atenção neste contexto. Existe insuficiente informação na literatura sobre esta entidade, cuja prevalência e relevância clínica se encontram por determinar, mas a informação disponível relaciona a hipertrofia isolada dos MP com uma forma precoce ou um padrão diferente de MH. Neste caso, a hipertrofia dos MP só terá sido detetada, provavelmente, devido ao achado de um eletrocardiograma anormal, o que orientou para a realização de exames complementares de diagnóstico adicionais e para a procura de possíveis etiologias.

Deixe uma resposta