Elastografia: O mesmo caminho do Strain


1a

.

Ultrasonic imaging of myocardial strain using cardiac elastography

.

file:///C:/Users/me00934/Downloads/0c96051c89ae4010a6000000%20(1).pdf

.

Cardiac elastography has the potential to provide global and regional spatial and temporal quantitative information of the degree of deformity, its delay in diseased myocardium in comparison with normal myocardium and thus may in the future provide specific noninvasive patterns in patients with coronary artery disease, left ventricular hypertrophy or congestive heart failure.

.

No início do uso do Strain, os artigos eram indecifráveis, como o acima, de Elastografia.

.

É importante acompanhar a evolução do método ecocardiográfico, muitas vezes pioneiro, mas superado pela peso dos investimentos nas áreas de RM e Tomo.

.

A informação da elastografia no miocárdio vai ser usada, com certeza.

Mas depende de nós que seu uso fique em evidência na ecocardiografia.

.

Serve para o quê?

Só para o diagnóstico não invasivo de isquemia! 

.

http://search.proquest.com/docview/205438074

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s