3D: O alto custo da concorrência


1a

.

Quanto custa para o estado um diagnóstico sofisticado em cardiologia?

.

Um aparelho de tomo ou RM apto para cardiologia custa pelo menos 2 milhões. Por ano de funcionamento, podemos estimar em 150 mil.

O preparo da área para receber uma máquina dessas fica no mínimo em 300 mil.

A manutenção anual completa custará outros 300 mil.

A equipe de enfermagem e apoiadores ficaria por mais 200 mil anuais.

A equipe médica passaria facilmente de 300 mil

Consumo de seringas, equipos e contraste, baseado no HC, podemos colocar como acima de 500 mil.

.

Total aproximado de 1 milhão 750 mil.

 

145 mil por mês

.

O custo de 500 reais por hora de uma máquina assim é plenamente justificado para neurologia e outras áreas mas não vale a pena ocupar uma máquina com este custo para exames cardiológicos no SUS.

.

Uma demanda de 10 casos cardiológicos por semana implicaria em 40 horas da máquina para a cardiologia, ou seja, 240 mil por ano.

.

Um eco 3D custaria 300 mil, ficaria a disposição sempre e ainda faria a rotina!

Sem contrato de manutenção.

.

Então não entendemos quando dizem que o aparelho 3D é caro, para o SUS.

 

.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s