Avaliando o VD na doença pulmonar crônica

.

 

Clinical Determinants and Prognostic Implications of Right Ventricular Dysfunction in Pulmonary Hypertension Caused by Chronic Lung Disease

.

https://www.ahajournals.org/doi/10.1161/JAHA.118.011464

.

RV size was quantified using end‐diastolic and end‐systolic areas measured from the apical 4‐chamber view.

.

RV dysfunction (RVFAC <28%) identifies Group 3 PH patients at risk for poor outcomes.

.

Vejam como a fração de ejeção do VD ao ecocardiograma, que é difícil de replicar, funciona bem na avaliação prognóstica.

.

 

 

Estetoscópio eletrônico: Cardiopapers

1a

.

https://cardiopapers.com.br/estetoscopio-digital-vale-a-pena-comprar/

.

Gostei muito da opinião do amigo Eduardo Lapa.

.

Trabalhando no ambulatório de valvopatias, o uso do estetoscópio é fundamental.

.

Parece que o ensino é a função ideal do aparelho.

.

Já o som obtido não agrada.

.

A diferença é parecida com a existente entre instrumentos acústicos e eletrônicos.

.

Algo como o piano clássico e o teclado eletrônico.

.

Emitem sons parecidos mas não são idênticos.

.

Particularmente, os sons de baixa frequencia  incomodam, exemplos máximos na terceira bulha e na hiperfonese da segunda bulha.

.

Como no ambulatório, a ausculta de segunda bulha é o achado mais importante da consulta, não somos favoráveis ao estetoscópio eletrônico.

.

 

 

 

Endocardite 4D

1a

.

http://article.scholarena.co/Advantages-of-3D-Echocardiography-in-the-Diagnosis-of-Mitral-Valve-Endocarditis-and-its-Cardiac-Complications.pdf

.

Apesar da empolgação com o 4D, não acreditamos em superioridade no momento, para o mais importante que é a detecção da vegetação ou abcesso.

.

Um transtorácico que possa detectar vegetações pequenas ainda é o ouro no diagnóstico precoce..

.

Particularmente os novos transdutores com banda larga que chegam até 8 MHz.

.

O momento do diagnóstico requer alta frequência e alta taxa de quadros.

.

Repetimos aqui um mantra:

Desconhecemos a sensibilidade para endocardite dos novos transdutores transtorácicos.

Deve ser bem maior que os 60% de estudos antigos.

Faça o exame transtorácico procurando o detalhe com a maior qualidade de imagem possível.

Evite um falso negativo transtorácico a qualquer custo de tempo e atenção.

ECO 4D em 3-5 minutos

3 MINUTOS

.

Funcionaremos assim no período de testes do 4D para todos.

.

O salão será ocupado apenas para a máquina E95

.

Os pacientes preparados aguardarão nas macas e cobertos

.

Faremos a captura em 4G mais coleta do Doppler necessário

.

Nenhum cálculo ou medida será realizado durante o tempo pele-transdutor.

.

A maca sairá logo após o tempo pele-transdutor

.

Outra maca entrará com um novo paciente

.

As avaliações serão feitas ao final do período.

;

 

2019 será o ano da Tricúspide

e005332fig01

.

https://www.ahajournals.org/doi/full/10.1161/CIRCIMAGING.116.005332

.

Echocardiographic Imaging in the Evaluation and Treatment of Functional Tricuspid Regurgitation

.

Completamente esquecida na ecocardiografia, servindo apenas para captar o refluxo e estimar a pressão pulmonar, a Tricúspide vira uma estrela.

.

Nos congressos e artigos, agora é comum a avaliação completa da Tricúspide.

.

Os cirurgiões iniciaram as plásticas e agora os intervencionistas endovasculares fazem tudo sem corte.

.

A estrela Rebecca de NY é a autora mais procurada.

.

Os artigos do impacto do refluxo tricúspide  são taxativos.

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0735109703014852?via%3Dihub

.

1-s2.0-S0735109703014852-gr1

.

Mesmo sem hipertensão pulmonar, a disfunção valvar significativa é muito importante.

.

Mas a variação inter observador sempre foi grande na prática e não foi avaliada no estudo.

In addition, interobserver variability is unknown and, if substantial, would make it difficult to detect differences in outcome between patients groups

.

Sendo assim, melhor aguardar estudos de mortalidade complementares antes de intervir.

.

 

Cinco piores noticias na ecocardiografia em 2018

5

.

1- As fábricas e muitos professores não sabem o que fazer com o Eco 3D

.

2- A Grande Empresa insiste em um portátil muito longe do ideal para o ecocardiografista iniciante.

.

3- O teclado físico está morrendo mas nós ainda precisamos realizar mais de 3 exames por hora!

.

4- A assistência técnica está onde sempre esteve, entre o “Reclame Aqui” e o Procon.

.

5- Só teremos mais um ano de gestão do Marcelo e acabou.

3D Britânico

Screen-Shot-2018-05-08-at-12.29.40

.

https://bjcardio.co.uk/2018/05/3d-echocardiography-benefits-and-steps-to-wider-implementation/

.

Problemas :

Análise Automatizada de Volumes e função do VE
Embora a 3DE ofereça melhorias significativas, várias limitações à sua incorporação na investigação clínica de rotina têm dificultado sua ampla aceitação. Essas incluem:

1- Custos adicionais

O custo de um 3D é infinitamente inferior ao de uma máquina de RM.

Fora o custo mensal absurdo de manutenção.

O erro é comparar o custo de uma máquina 3D como o de uma 2D!

O 3D rivaliza com a RM e Tomo. Não com um aparelho normal de ecocardiografia.

2- Indisponibilidade de especialistas em 3D

Não faltam médicos especialistas em 3D.

Nós, humanos, já somos especialistas em 3D

Temos só que evitar que as escolas de ecocardiografia estraguem o humano ensinando 2D

3- Métodos de aquisição complicados(?)

Está afirmação é tão absurda que chego a duvidar que foi feita…

4- Software de análise complicada(?)

Sugiro assistir os vídeos de 3D Echotalk no YouTube.

Não existe nada mais fácil que a fração de ejeção volumétrica

5- Requisitos para traçar manualmente as bordas endocárdicas.

Sim.

É preciso que um ecocardiografista normal faça algumas correções.

Ainda bem!

.

Continua…

Solução em 5D: 3D em Tempo real (4D), mais um ecocardiografista (5D)isponível o tempo todo.

1a

.

2fe39e3e-d17f-4970-8857-f9055e06ffed-3875-000002a584e3cbcc

.

cfr-03-97-g002

.

Imagine realizar um ecoestresse de esforço com todas as janelas à sua disposição durante o exame inteiro?

.

https://usono.com/

Email: info@usono.com

.

Imagine acompanhar a cascata de isquemia em tempo real e ao lado do paciente?

.

1a

.

Um médico apenas, na sala.

Sem precisar sustentar o transdutor na posição adequada.

Com tempo de sobra para analisar o Doppler de fluxos e tecidual.

Com tranquilidade para fazer o Strain em tempo real.

Um exame 5D.

Completo e acessível, diante dos concorrentes caríssimos.

.

No passado, firmas gigantes compravam pequenas firmas com idéias inovadoras e as fechavam!!!

As fábricas de RM e Tomo farão algo assim?

.

 

EuroEcho 19 : Brazil e outros países

1a

.

Nosso último presidente ecocardiografista será o palestrante acima.

Estaremos lá.

.

1a

.

A aula acima será imperdível.

Pois na Europa o Ecoestresse está renascendo.

Já no Brasil ele ainda não nasceu.

Então será o nascimento do Ecoestresse!!!

.

1a

.

Especial atenção está sendo dada ao Ecoestresse não coronária.

.

Algo que a bicicleta faz na Echotalk desde 2003

.

Vamos atrás de novidades

.