Dissecção, diagnóstico por imagem


The most frequently performed tests to diagnose aortic dissection and its complications include computed tomography (CT) scan, transesophageal echocardiogram, and magnetic resonance imaging (MRI). All 3 tests are highly accurate in diagnosing aortic dissections. The specific test performed often depends on the availability and expertise of the particular hospital, as well as individual patient characteristics. CT scans require the use of intravenous dye (contrast) to visualize the true and false lumen of the aorta and branch vessel involvement. A transesophageal echocardiogram may be done at the patient’s bedside and involves placing an ultrasound probe into the patient’s esophagus to image the heart and aorta. Although highly accurate in diagnosing acute aortic dissection, an MRI scan takes longer than the other tests and usually is not the first test of choice.
Circulation 2008 Outubro
translate google
Os mais freqüentemente realizados testes para diagnóstico de dissecção aórtica e suas complicações incluem a tomografia computadorizada (TC) scan, ecocardiograma transesofágico e ressonância magnética (MRI). 3 Todos os testes são altamente precisas no diagnóstico de dissecção aórtica. O teste específico realizado muitas vezes depende da disponibilidade e experiência do hospital particular, bem como as características individuais do doente. TC exigem o uso do corante via intravenosa (contraste) e verdadeiro para visualizar a falsa luz da aorta e ramos navio envolvimento. Um ecocardiograma transesofágico pode ser feito na cabeceira do paciente e envolve colocar uma sonda ultra-som para o esôfago do paciente para a imagem do coração e da aorta. Embora uma grande precisão no diagnóstico de dissecção aguda da aorta, uma ressonância magnética demorar mais tempo do que os outros testes e, geralmente, não é o primeiro teste de escolha.