DIRETRIZ NÃO É ADESTRADORA.


.
Saiu a nova diretriz americana para valvopatias, que publicarei aqui.
.
Discordo da visão corrente de diretrizes que funcionam como adestramento, mandam sentar, você senta, fingir de morto…
São, de fato, uma ajuda significativa para a tomada da decisão clínica, mesmo em locais distantes de grandes centros.
Ajudam diversos centros a seguirem passos semelhantes, respeitando as particularidades locais.
Porém, o médico é quem decide, após ouvir e examinar o paciente. Será sempre assim na boa medicina.
No Brasil vemos que os grupos que escrevem as diretrizes são sempre iguais, escolhas políticas mescladas com méritos na área. O que parece não comprometer o resultado, já que são idênticas às diretrizes americanas.