Ecocardiografista como figurante


.

A maior lição do congresso de válvulas é que o ecocardiografista não precisa ser um figurante no cena principal.

.

Como clínico e conhecedor das imagens cardíacas com alta taxa de quadros, o ecocardiografista pode ser decisivo para o implante

.

Nos casos apresentados por hemodinamicistas, ficava claro que o negócio deles era persistência, sem enxergar claramente o que estavam fazendo.

.

No MitralClip, ficam tentado pescar o momento ideal de pinçar, perdidos sem o eco 3D

.

Imagens 3D bem feitas são fundamentais, mas um transdutor grande incomoda demais e obriga a sedação forte

.

A saída poderia ser treinar um hemodinamicista em Eco transesofagico para ele entender onde está, mesmo que só com o 2D

.

Outra ideia é o ecocardiografista comandar a fase principal do implante com voz definitiva

.

Mas aí precisaria pagar o ecocardiografista de acordo com o procedimento, não por exame.

.

No implantes para fechamento de CIA ou FOP, no Brasil optaram por pagar mal um ecocardiografista na sala e fazer tudo no tubo de escopia

.

Pode até ter dado certo em um procedimento grosseiro mas não funcionará na Mitral.

.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s