Cinco piores noticias na ecocardiografia em 2018

5

.

1- As fábricas e muitos professores não sabem o que fazer com o Eco 3D

.

2- A Grande Empresa insiste em um portátil muito longe do ideal para o ecocardiografista iniciante.

.

3- O teclado físico está morrendo mas nós ainda precisamos realizar mais de 3 exames por hora!

.

4- A assistência técnica está onde sempre esteve, entre o “Reclame Aqui” e o Procon.

.

5- Só teremos mais um ano de gestão do Marcelo e acabou.

Cinco melhores noticias na ecocardiografia em 2018

5

.

1- Gestão do Marcelo no DIC ampliou os horizontes do departamento para a América Latina com foco na ecocardiografia em português, espanhol e inglês.

.

2- Ultra portáteis foram encaminhados definitivamente para os iniciantes em ecocardiografia e deve ser um exame das salas de emergência ou unidades com pacientes críticos

.

3- O Strain virou assunto comum e frequente nas pesquisas e avança para a clínica após 15 anos.

.

4- O Ecoestresse com esforço físico domina o mundo e a coronariopatia deixa de ser o único interesse do método.

.

5- As fábricas pequenas já produzem portáteis e máquinas intermediárias confiáveis e podem lutar por preços competitivos.

.