Preparação para a prova do título de 2019

1a

.

http://departamentos.cardiol.br/dic/pdf/2019/Programa-Final-Curso-Reciclagem-Eco2019.pdf

.

Recomendamos um curso online, acima ou outros, para todos os candidatos ao título de ecocardiografia deste ano.

.

O Morcerf é sempre uma boa opção:

https://ecor.com.br/cursos-ecocardiografia/curso-preparatorio-para-prova-de-titulo-de-ecocardiografia/curso-preparatorio-para-prova-de-titulo-de-ecocardiografia/

.

Vale checar o curso do professor Ronaldo, onde a dedicação dele supera as expectativas:

http://escoladeeco.com.br/curso-de-ecocardiografia-online/

.

É o mínimo, nas condições atuais, para ter chances reais de ser aprovado.

.

Quem puder, deve fazer também um curso presencial.

.

Sabemos que os custos são elevados mas pense na chance de só fazer uma vez a prova.

.

Gostamos do curso abaixo.

Já tivemos acesso as aulas em PDF e bons depoimentos de quem frequentou.

IMG_2686.jpg

.

Gostamos de tudo que o Castilho faz.

Então:

http://escolaecope.com.br/web/curso/listar//atualiza%C3%A7%C3%A3o-em-ecocardiografia/

.

São cursos caros, na sua maioria.

A crise de 2014 está longe de terminar e está difícil pagar as contas, mesmo sendo médico.

.

Mas ter o título pode dar acesso a vários convênios além da retaguarda legal em casos questionados.

.

A terceira opção é a estratégia raiz de comprar bons livros como o Feigenbaum e saber cada página de cor.

Além de estudar todos os vídeos que acompanham o livro, acessar todos os canais de vídeos de ecocardiografia no youtube, treinando o reconhecimento imediato de imagens

.

1a

Ultra Eco: A concorrência vai ficar muito atrás

1-s2.0-S1936878X14004410-gr5

.

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1936878X14004410?via%3Dihub

.

Ultrafast Cardiac Ultrasound Imaging: Technical Principles, Applications, and Clinical Benefits

.

Vários avanços técnicos recentes no ultra-som cardíaco permitem que os dados sejam adquiridos a uma taxa de quadros muito alta. Gating retrospectivo, imagens de ondas planas / divergentes e imagens de transmissão de múltiplas linhas melhoram a resolução temporal do sistema de ultra-som convencional. A principal desvantagem da aquisição de dados de alta taxa de quadros é que ela geralmente possui uma qualidade de imagem reduzida. No entanto, para determinadas aplicações clínicas, a aquisição de dados temporalmente resolvidos pode superar a redução na qualidade da imagem.

.

Por que enxergar um orgão inquieto com taxa de quadros inferior a 12 QPS?

Ecocardiografia com até 400 QPS vai revelar outras faces da Sístole e Diástole.

.

 

 

Let´s Twist

1a.jpg

.

http://imaging.onlinejacc.org/content/jimg/1/3/366.full.pdf?download=true

.

A torção ou torção do ventrículo esquerdo (VE) representa o gradiente longitudinal médio da diferença líquida na rotação no sentido horário e anti-horário do ápex e da base do VE, conforme visto do ápex do VE. Torção durante ejeção predominantemente deforma a matriz de fibra subendocárdica, resultando em armazenamento de energia potencial. Recuo subsequente da deformação por torção está associado à liberação de forças restauradoras, o que contribui para o relaxamento diastólico do VE e o enchimento diastólico precoce

.

Vamos entender a torção?

DIC 19: A dança das cadeiras das fábricas

.

Tudo muda no mercado de ecocardiografia brasileiro!

.

A líder interrompe a fabricação do portátil mais vendido e desfaz equipes de vendas

.

A vice líder perde o momento com entregas demoradas e negociações duras.

.

Algumas empresas menores somem, empresas que querem ser grandes não crescem e outras grandes não tem interesse maior em ecocardiografia

.

Ressurge então a fabricante alemã.

.

Com aparelho portátil sólido abaixo de 100 mil e aparelho fixo de entrada, mas com porte de intermediário,  também abaixo de 100 mil.

.

A empresa dona da Acuson nunca foi boa de preço no Brasil!!!

Mas sempre foi boa construtora de máquinas

.

Surpreendente!!!

.

 

.

DIC 19 : Imperdível da Sexta

1a

.

16:00-17:30 SESSÃO DIC/ASE/ EACVI/ECOSIAC: APLICAÇÃO DO STRAIN: ONDE ESTAMOS EM 2019
Moderador: Jorge Lowenstein (Argentina)
Understanding GLS: Advantages and Disadvantages
Palestrante: Joseph Andrew Kisslo (Estados Unidos)
Estratificação prognóstica da morte súbita-dessincronia e dispersão
Palestrante: Thor Edvardsen (Noruega)
Myocardial work: o que é e para que serve?
Palestrante: Rodrigo Bellio de Mattos Barretto (SP)
Avaliação da mecânica ventricular das cardiomiopatias
Palestrante: Partho Sengupta (Estados Unidos)
Avaliação da cardiotoxicidade além da fração de ejeção
Palestrante: Juan Carlos Plana (Estados Unidos)
Strain 3D: posso acreditar?
Palestrante: Jorge Lowenstein (Argentina)

.

O que?

Kisslo, Lowenstein e Thor na mesma sessão???!!!!

.

 

https://www.congressodic.com.br/programacao/index4_porsala_track_timeline.php?dt_sel=2019-04-12#2019-04-12

Quinta espetacular no DIC 19

1a

.

https://www.congressodic.com.br/programacao/index4_porsala_track_timeline.php?dt_sel=2019-04-11#2019-04-11

.
The evolution of echo: first space, than time
Palestrante: Joseph Andrew Kisslo (Estados Unidos)

.

Ajustando a sua imagem: como obter o máximo do seu equipamento evitando artefatos
Palestrante: Joseph Andrew Kisslo (Estados Unidos)

.

Aproveitem a presença do mágico Kisslo

.

 

Elastografia com Doppler Tecidual

1-s2.0-S0301562917301771-gr2

.

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0301562917301771?via%3Dihub

.

Introdução
Muitos fenômenos mecânicos que ocorrem rapidamente têm sido descritos no coração, como a ativação eletromecânica, o ruído do fluxo sangüíneo e as ondas de cisalhamento geradas nas paredes do coração pelo fechamento das válvulas (Cikes et al., 2014, Kanai, 2005). As ondas de cisalhamento poderiam ser usadas para estimar de forma não invasiva a rigidez do miocárdio (Brekke et al., 2014, Couade et al., 2011), com enormes implicações possíveis para o diagnóstico e tratamento de múltiplas patologias caracterizadas pela deterioração do miocárdio. propriedades diastólicas do ventrículo esquerdo.

.

A elastografia têm potencial para elevar a ecocardiografia ao topo do diagnóstico tecidual.

.

Este estudo mostra que até mesmo um aparelho convencional pode operar nesta área da avaliação.

.

A ecocardiografia ocupa a beira do leito e a rotina de avaliações cardiológicas com seu básico e funcional.

.

Mas as modalidades novas como Strain, Vórtices, Elastografia e 4D tiram o sono da concorrência!!!

A fisiopatologia está na cavidade que recebe o refluxo. Quando indicar intervenção na Insuficiência Aórtica?

1a

.

http://www.onlinejacc.org/content/early/2019/02/15/j.jacc.2019.01.024?utm_medium=email_newsletter&utm_source=jaccjournals&utm_campaign=spub&utm_content=20190315

.

Compared with patients having LVESDi <20 mm/m2, those with LVESDi 20 to 25 mm/m2(hazard ratio: 1.53; 95% confidence interval: 1.01 to 2.31) and ≥25 mm/m2 (HR: 2.23; 95% confidence interval: 1.32 to 3.77) had increased risks of death.

.

1a.jpg

Conclusions Class I indications for surgery, mainly symptoms, are the most common triggers for AVR. Class II indications were associated with better post-operative outcome and thus merit more attention. LVESDi was the only LV parameter independently associated with all-cause mortality and the ideal cutoff seems to be lower than previously recommended.

.

Longe de sermos a favor de intervenções precoces, a leitura do artigo acima coloca o problema de seguir diretrizes sem independência. 

.

A fisiopatologia da insuficiência aórtica crônica é clara. Vai dilatar o ventrículo esquerdo se for significativa.

.

Sintomas são importantes e sempre vão valer como indicação, mas precisam ser meçhor pesquisados em indivíduos com baixa carga de atividades físicas.

.

A evolução da Vena Contracta e de medidas ao ColorDoppler não podem apagar a importância da dilatação da cavidade ventricular.

.

A medida criteriosa da cavidade ventricular indexada, talvez seja a informação mais importante do ecocardiograma na IAo.

.

Também o Ecoestresse físico pode ajudar nos casos com dilatação limítrofe e “assintomáticos “.

.