A Canon chegou

.

https://us.medical.canon/products/ultrasound/clinical-segments/cardiology/#Cardiology-3D-Wall-Motion-Tracking

.

Era fácil criticar a antiga Toshiba por sua baixa dedicação ao ecocardiograma

.

A nova proprietária Canon parece agir de maneira mais incisiva!

.

O preço do Aplio i900 espanta qualquer comprador de ultrassom intermediário.

.

Já defendemos aqui que este aparelho e outros de ponta, disputam mercado com as máquinas de RM.

E são bem mais baratos, nem 20% do preço da máquina e 50% do preço do software de cardiologia necessário para quem já tem a máquina (200 a 300 mil dólares)

.

Um hospital público com uma máquina de ressonância deveria comprar um 3D topo de linha ao invés do software de cardiologia da RM

.

Já no serviço privado é preciso fazer as contas.

Como o 3D ainda não é pago, a máquina de RM leva vantagem

.

Mas mesmo na RM é difícil ter lucro com um exame de mais de uma hora…

Só mesmo com uma máquina desocupada para preencher os horários com cardio e não com Ortopedia e Neuro.

.

A visão do 3D de ponta como concorrente real da RM ainda não chegou ao mundo real, graças em parte à estratégia equivocada das fábricas que viraram financiadoras de serviços médicos diagnósticos e não fabricantes em busca de lucro.

.

É o clássico exemplo da fabricante americana que tinha mais de 50% do seu lucro proveniente dos financiamentos de máquinas e não das vendas.

.

Deixe uma resposta