Aprendendo a desenhar o ecocardiograma

gr6

.

http://www.onlinejase.com/article/S0894-7317(17)30528-X/fulltext

.

Standardized Delineation of Endocardial Boundaries in Three-Dimensional Left Ventricular Echocardiograms

.

Conclusions

Comparing 3D LV tracings, the endocardial areas that are the most difficult to delineate were identified. The suggested protocol for LV tracing resulted in very good agreement among operators. The reference 3D meshes are available for online testing and ranking of LV tracing algorithms.

Strain e Neoplasia: Estudo obrigatório?

Figure GLS

.

http://www.onlinejase.com/article/S0894-7317(17)30562-X/fulltext

.

Strain para quimioterapia todos já conhecem.

Strain para neoplasia é novidade de estudo brasileiro e americano.

.

Conclusions

Patients with AL had higher LV volumes and lower GLS than patients without cancer and lower GLS than patients with breast cancer, suggesting that AL by itself may be associated with these cardiac alterations.

.

Percebem o que o Strain está fazendo com a ecocardiografia?

Análises confiáveis e números reprodutíveis.

.

Será que o Strain, barato e bom, vai tornar a ecocardiografia uma ferramenta confiável para os clínicos?

.

Feigenbaum: Ecocardiografia Separada!!! Agora o DIC vai ter que ouvir.

1a

.

1c

.

O papa da ecocardiografia mundial, autor do livro obrigatório da área, repete literalmente o que o blog EchoTalk afirma quase semananalmente:

  • Ecocardiografia é um método diferenciado na cardiologia e precisa ser tratado em separado dos outros métodos radiológicos.

.

Desafio um presidente ou diretor do DIC capaz de, merecidamente, dizer que o mestre Feigenbaum está ERRADO.

.

Quem é contra o Feigenbaum deveria deixar o transdutor de lado e virar laudador de TC ou RM, sem desmerecimento.

.

 

Strain: Saber e usar.

Strain gif

.

1a

.

http://www.msecho.org/images/strainandstrainrateimaging_cavalcante_updated.pdf

.

Outra aula muito boa.

.

Pergunta frequente:

E quando a janela não é boa?

Em nossa experiencia, a janela inadequada para Strain é rara.

Algumas imagens vão exigir maior empenho do examinador, pois o reconhecimento automático não será utilizável.

Vale aí a paciência e o cuidado, algo que já praticamos fazendo Simpson e volume do AE!

.

Redesenhar as bordas, ajustar a espessura da análise e refazer ao perceber erro.

Não aceite reconstruções automáticas erradas.

.

Aja como se o seu laudo dependesse do Strain para ter uma conclusão.

.

Para ser um ecocardiografista de alto desempenho,  você precisa aprender a desenhar melhor.

Aprenda a enxergar a ecocardiografia através do espaço negativo.

.

1a

http://www.amopintar.com/espaco-negativo-e-espaco-positivo/