Insuficiência Mitral e Ecoestresse

 

1a

.

Exercise-Stress Echocardiography and Effort Intolerance
in Asymptomatic/Minimally Symptomatic Patients With
Degenerative Mitral Regurgitation Combined Invasive–
Noninvasive Hemodynamic Monitoring

.

https://www.ahajournals.org/doi/pdf/10.1161/CIRCIMAGING.117.007282

.

Our findings indicate
that in asymptomatic/minimally symptomatic
patients with degenerative MR, effort intolerance
is predominantly because of chronotropic incompetence,
abnormal pulmonary vascular reserve, and
limited right ventricular contractile reserve and not
simply because of exercise-induced MR or pulmonary
hypertension. These results, thus, may help
select treatment for MR in the future.

.

Interessante achado do exame de esforço!

Não mostra a hipertensão pulmonar ou a regurgitação mitral como causas principais da intolerância ao esforço.

.

 

.

 

Caso prático de Doppler de coronária alterado

Image01

.

Exame de repouso em paciente masculino com 57 anos, hipertenso  e com doença renal não dialítica.

.

Com a ajuda do Issam, encontramos fluxo anômalo na descendente anterior.

.

Image02

.

Fluxo de velocidade alta e sem a queda esperada entre diástole e sístole.

.

Encaminhamos o paciente para Ecoestresse físico a seguir:

.

.

.

.

Ecoestresse físico sugestivo de isquemia induzida ao esforço em porções:

Apical lateral, apical anterior e ápice.

.

Com duração de poucos minutos, o Doppler de coronária pode detectar alterações ao repouso que se confirmam ao estresse.

.