Feigenbaum: Ecocardiografia Separada!!! Agora o DIC vai ter que ouvir.

1a

.

1c

.

O papa da ecocardiografia mundial, autor do livro obrigatório da área, repete literalmente o que o blog EchoTalk afirma quase semananalmente:

  • Ecocardiografia é um método diferenciado na cardiologia e precisa ser tratado em separado dos outros métodos radiológicos.

.

Desafio um presidente ou diretor do DIC capaz de, merecidamente, dizer que o mestre Feigenbaum está ERRADO.

.

Quem é contra o Feigenbaum deveria deixar o transdutor de lado e virar laudador de TC ou RM, sem desmerecimento.

.

 

SBC A aula impossível do dia 04.

.

Impossível acreditar no roteiro acima.

Quem vai falar de ecoestresse de esforço em bicicleta?

Para válvulas?

.

Echotalk dá os parabéns para o palestrante que passou a década passada criticando o esforço e elevando o farmacológico como modalidade dominante

.

Prova indiscutível de humildade e atenção aos anseios atuais da ecocardiografia brasileira

Estamos felizes

 

 

.

.

A volta do Depeco. (Sobreco?)

159073B0-A390-41FB-B2F4-2513C5A39034

.

Considere a figura acima.

A parte maior representa o grupo de ecocardiografia e Doppler:

Ecocardiografia pediátrica

Doppler vascular

Ecocardiografia 2D e Doppler

Ecocardiografia 3D

Estudo da deformação miocárdica ao US

Estudo dos Vórtices ao US

Ecocardiogeafia com estresse.

E mais:

Mais de 90% dos associados pertencem ao grupo acima.

As empresas patrocinadoras estão no congresso para vender aparelhos de ecocardiografia!

Quem são nossos “convidados”?

Os métodos concorrentes são críticos à Ecocardiografia, colocando-a como método inicial.

Os métodos concorrentes são realizados por técnicos, algo proibida para a Ecocardiografia.

Os métodos concorrentes realizam simpósios e congressos internacionais em separado, sem incluir a ecocardiografia.

.

O DIC foi um erro mas ainda é possível reparar.

Solicite no congresso o plebiscito de separação da ecocardiografia!

.

 

Imagem CV: O fim da era do desafio diagnóstico e início da era do acompanhamento.

American doctor talking to senior man in surgery

.

A grande disputa por diagnósticos entre métodos de imagem na cardiologia perdeu o sentido.

.

Com a evolução de todas as metodologias, acertar ficou mais fácil em quase todas as apresentações.

.

Milhares de artigos são publicados hoje para provar que o método A acerta 5% mais que o método B.

O que o paciente ganha com essa diferença? Nada.

Publicações com 30 indivíduos escolhidos a dedo para provar que um método é ligeiramente superior povoam as revistas e pesam nos currículos, sem acrescentar vantagem na grande maioria dos casos.

.

O diagnóstico feito ao Eco, Tomo ou RM acaba sendo certo, na população geral.

Quando a doença não é fatal, o que importa é o acompanhamento.

.

Vivemos agora a época do seguimento por longo tempo de pacientes cardiopatas ou candidatos à cardiopatia.

.

A era do seguimento exige exames repetidos e comparáveis.

.

Exames repetidos devem ser indolores, sem radiação ou contrastes com prejuízo renal.

.

A Ecocardiografia 3D com o  Strain está pronta para ajudar sem prejudicar.

.